Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dia número 42 do Suplício

por tron, em 03.05.20

Mais um dia de trabalho antes da folga, onde meti mais uns pozinhos para o suplmento da hora notcurna, é pouco mas sabe bem e sou um workaholic e nem nas folgas estou muito tempo parado.

Está claro que as flutuações de humor notam-se nestes linhas que escrevo neste meu novo recanto e tenho que tentar tirar estas ideias negativas da cabeça e mais que tente não consigo, sobretudo quando estou parado o negativo do meu humor vem ao de cima como o azeite ou como as natas e para ele desaparaecer tenho que entrar em modo de isolamento ou forçar um sono numa sesta em sono solto que me rende umas dores de cabeça insustentáveis.

Mas tenho que me aguentar com este peso e se não aguentar tenho que partir para uma luta sem fim e procurar ajuda especializada porque posso estar a caminho de ter que sair do emprego pela porta pequena e isto eu não queria mesmo nem para mim nem para ninguém...

 

A ver vamos como passo o Domingo......

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:01

Dia número 40 do Suplício

por tron, em 01.05.20

Mais um dia que se passou desta vez um dia de folga a tratar de assuntos pessoais,

Nada demais nem de menos....

Uma dia em que espero ver que este inferno que parece estar ser dissipado o seja de vez e não voltem a cometer os mesmos erros que levaram ao aparecimento do mesmo inferno porque não podemos como seres humanos sermos levados ao inferno de forma sistemática.

Amanhã é mais um dia de trabalho infernal e por vezes mais valia nem ter começado a trablhar, mas enfim, mas não podia estar a vida todo parado e amanhã ou um dia destes vou pegar na minha tradução e vou ler um pouco se conseguir....

O chato é que tendo as minhas fontes principais de café especial fechadas a mistura do mês não ficou grande coisa e acho que vou ter que dar um reforço na minha mistura, não sei é que lote usar....

 

E mais um dia se passou

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:59

Dia número 29 de Suplício

por tron, em 20.04.20

Dia de folga....

Li algumas páginas da obra-prima de Orwell "1984" e que por vezes lembra o mundo actual e senti a fadiga destes dias de trabalho pós-férias que se junta esta apreensão causada pela incerteza das autoridades de saúde que não sabem o que dizem e muito menos o que fazem e esta inépcia prejudica cada dia que passa cada dia dos portugueses.

Foi um dia para o descanso mas sem deixar de pensar na acitividade laboral e ainda tive um pouco de paciência para avançar um pequeno passo na tradução e ver televisão e para contar mais um dia neste confinamento que apesar de muitos discuros do presidente da república não vejo qualquer fim a vista e ainda por cima fiquei chateado quando se lembram de comemorações do dia da liberdade enquanto não temos a liberdade de conviver ou de trabalhar ou mesmo de passear.

Esta hipocrisia chateia-me tanto como as dores de cabeça com as quais acordei ou como a depressão que tem tomado nestes dias me tornar um ser azedo todos os dias da minha existência actual...

Amahã mais um dia de back-office, mais um dia de trabalho e ver o que mundo me reserva...

 

Mas não estou optimista.....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:01

Dia número 8 do Suplício

por tron, em 30.03.20

Levantei-me tarde como fosse um domingo normal porque não estava para aturar as duas araras que não pescam nada de saúde e acabei por o vídeo onde ambas dizem agora não saber quando é que a situação do Coronavírus normaliza, desta vez dizendo que via demorar meses em vez de darem uma data precisa.

Passei o dia a ver televisão e a ler e acabar uma coisa sem importância para um concurso de contos de uma livraria que deve estar pendurado a conta do Covid-19 para não pensar em coisas ruins e falei de coisas sem importância com a minha mulher para manter a sanidade enquanto lia um livro só para me manter com a mente viva.

Depois joguei no portátil para descarregar o stress até a hora do jantar e ao ver que a televisão não passava nada coloquei o bluray do ballet Béjart+Queen que foi uma viagem selvagem e sensorial no mundo da obra dos Queen através da criativade sem fim do coreográfo franco-suíço e que na reação do público no Teatro de Lausanne na apresentação foi a prova da imortalidade e do legado da obra dos Queen.

E ao ver o ballet foi uma forma de me sentir bem e ao mesmo tempo inspirado para acabar o texto para o concurso de contos da livrararia que ainda fui a tempo porque as inscrições acabavam no dia 3 de Abril.

A ver vamos como vai correr o dia de amanhã e esperar que esta praga, esta peste se volatize de uma vez

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:54


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Links

  •  
  • Casa - Mãe