Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dia número 46 do suplício

por tron, em 08.05.20

Mais um dia de descanso e mais um dia em que sei a fadiga do teletrabalho no lombo, uma fadiga tanto mental como física.

Acabei por uma comprar um remédio natural para controlar as dores de costas porque a minha cadeira de trabalho não é ergonómica e as minhas costas se ressentem desta fallha no desenho da mesma, mas quando se compra material barato e não se conta com a hipótese de teletrabalho acontece estas coisas.

Sinto-se cansado e como disse ontem vou mesmo pedir ao meu neurologista ajuda para a sáude mental e se antes da consulta a saúde mental começar a abrir rachas, então terei mesmo que tomar outras medidas mais extraordinárias neste campo da saúde mental.

Bem o certo que amanhã é mais um dia de trabalho e mais um dia de seca porque já estou a ficar naquele limite que uma pessoa sente que está bem e quer quer estar além de onde está no momento proque não está bem, por outro lado não me posso esquecer que ainda estamos nos primeiros passos da reconstrução e esta tem que ser feita com pezinhos de lã.

E estes pezinhos de lã têm que deixar esperto para nã ficar depois com as calças na mão porque estou a ver que a coisa está a ficar a feia demais para o que deveria de estar na presente fase e tenho que pensar em mudar a agulha antes que algo que estoire no meu colo e que ainda tenha que apanhar os cacos.

 

Mais um dia se passou

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:45

Dia Número 45 do Suplício

por tron, em 07.05.20

A minha mulher já viu e eu já desaafei, preciso mesmo da ajuda dum especialista e assim que for ao meu neurologista tenho que pedir ajuda para a saúde mental.

Tenho medo se o especialista diz que eu tenha que sair do Call Center por motivos de saúde e depois o que farei da minha vida é a grande pergunta que se levanta assim que aproxima o dia da consulta, mas tenho que procurar um especialista e se por algum motivo ter que sair do Call Center, é de lamentar mas eles semearam e vão colher os frutos do que semaram.

De resto foi um dia habitual onde comecei a ter algumas falhas de concentração e isto deve ser mesmo o sinal que o meu corpo está a dar que estou a precisar de um especialista antes que seja tarde demais para mim e para a minha família e entendo como família a miha mulher e o meu primo porque quem tem o dever de me falar nem quer saber se estou vivo.

Vou aproveitar o dia de amanhã para reflectir e ver o que a vida me reserva durante o dia de amanhã e depois vejo como vou viver até o dia da consulta...

 

Vai ser alguma expectativa mas vamos ver....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:32

Dia número 44 do Suplício

por tron, em 05.05.20

Mais um dia de teletrabalho, mais um dia de reclusão enquanto o país se reconstroi aos poucos depois da pandemia do coronavírus, mas se levanta uma grande pergunta interna que quando é que voltarei a trabalhar no call center e deixo esta rotina do back-office que me está a afectar cada vez mais a mente e o corpo.

No final do mês tenho consulta de neurologia e não sei qual vai ser a opinião do médico sobre a minha situação mental e se o médico me marcar uma ida a psiquiatria ou psicologia eu vou e depois vejo qual será a opinião dos possíveis especialistas e se disserem que tenho que sair do call center, bem assim seja e até certo ponto seria positivo para mim e fica a lição de não voltar a repetir o mesmo erro porque quem sabe se mudar de emprego ou voltar para outro curso ficarei melhor do ponto psíquico.

Nunca se sabe o dia de amanhã e muito menos o que vai ser dito pelo médico daqui a três semanas, é mesmo isto nunca se sabe o futuro e somos nós que desenhamos o nosso prórprio futuro.

Não sei mesmo nada sobre o futuro do meu emprego ou se chego a voltar a activa a 100% ou se tenho que mudar a minha agulha para outro emprego qualquer aproveitando a reconstrução da nação do seu maior desastre desde 1755 e esta mudança de agulha ser positiva para mim e para a minha família porque não dá para dar uma situação como a estou a viver em termos laborais que pode se tornar insustentável para mim e para todos que me rodeiam....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:41

Dia número 43 do Suplício

por tron, em 04.05.20

Mais um dia passou com um tédio de domingo que meteu nojo tirando o facto de ter ido comprar máscaras, ter lido e ter avanaçado na minha tradução.

De resto foi ver mais um dia a exourar sem grande ânimo, ainda por cima sendo dia da mãe que para mim é algo que deixei de contar para mim há 5 anos e depois a minha família próxima não me diz nada, não me fala o que ainda mais me deixa afectado mentalmente.

Amanhã recomeça a rotina de trabalho e mais uma semana de de de labuta diária e de vida chata que parece me estar a chupar a minha energia vital e a queimar a minha psique aos poucos e já disse que a minha mulher notou que tenho que procurar um perito e é que tenho mesmo.

Agora é pensar cada dia na sua vez e vamos ver como vai correr a semana porque vou estar mesmo na pastilha do esgotamento num mês onde tenho a consutla do meu neurologista que ele não vai achar muita graça da maneira como a minha psique está a fucnionar e que a mesma está mesmo a frtitar. e se ter que tomar anti-depressivos, então alguém irá ser responsabilizado....

 

 

 

A vida é mesmo lixada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:37

Dia número 42 do Suplício

por tron, em 03.05.20

Mais um dia de trabalho antes da folga, onde meti mais uns pozinhos para o suplmento da hora notcurna, é pouco mas sabe bem e sou um workaholic e nem nas folgas estou muito tempo parado.

Está claro que as flutuações de humor notam-se nestes linhas que escrevo neste meu novo recanto e tenho que tentar tirar estas ideias negativas da cabeça e mais que tente não consigo, sobretudo quando estou parado o negativo do meu humor vem ao de cima como o azeite ou como as natas e para ele desaparaecer tenho que entrar em modo de isolamento ou forçar um sono numa sesta em sono solto que me rende umas dores de cabeça insustentáveis.

Mas tenho que me aguentar com este peso e se não aguentar tenho que partir para uma luta sem fim e procurar ajuda especializada porque posso estar a caminho de ter que sair do emprego pela porta pequena e isto eu não queria mesmo nem para mim nem para ninguém...

 

A ver vamos como passo o Domingo......

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:01

Dia números 38 e 39 do Suplício

por tron, em 30.04.20

Mais um par de dias se passaram e a estupidez humana e os objectivos exagerados continuam, mas estou preso de pés e mãos porque tenho que sustentar a minha família e fico a pensar que não sei para onde me viro e fico no ponto de não retorno quase de me suicidar ou algo semelhante ou mesmo de precisar uma ajuda séria para a mente.

Hoje até deu para sair e resolver uma coisa à Santa Casa que já estava meio como tratada e só foi levantar um documento relativamente essencial, mas que era preciso para uma fase da minha vida e da vida da minha família cuja esta ajuda burocrática é fundamental e essencial para o passo seguinte.

Depois comecei a trabalhar sobre o efeito de analgésicos e dos remédios da epilepsia que me deu uma pedra que parecia que eu tinha abusado de algo de estranho, mas ou era isto ou era ir para a urgência hospitalar e eu que tenho passado entre os pingos das chuvas de que é peste, desta fez não passria com toda a certeza e ainda ficaria contaminado com esta peste chinesa.

Bem se as dores de costas voltarem como as tive hoje, tenho que ir ao mesmo ao médico e arranjar uma forma de as mitigar porque senão vou ter que abdicar do teletrabalho por muito que me custe e talvez antecipe férias ou algo semelhante, mas algo tenho que fazer em relação a minha vida porque se a minha saúde física pior além de uma dor de costas, ai terei que agir de outra forma.

Estou a ver como as coisas correm, se me tirarem o teletrabalho, depois vejamos como é que a vida me vai correr....mas quando isto acontecer isto vai dar problemas para alguém e não é só a mim nem a minha família....

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:31

Dia número 37 do Suplício

por tron, em 28.04.20

O dia teinha que ser torto mesmo com o o software de trabalho não funcionar mesmo e depois foi a Santa Casa a madanr todos os nacionais que vivem na mesma pensão que eu a minha família incluindo a minha família fazer teste de despsite do Covid-19, mas nem foi isto o que me lixou mais o juízo.

O que me deixou mesmo com a cabeça torta foi o software de trabalho ser mesmo uma tartaruga coxa e depois enquanto ia tentando fazer omeletes sem ovos e com os nervos ao ponto de mandar tudo dar uma curva e enviar a carta de demissão assim que possível para não perigar a minha saúde mental, veio um mail de um dos supervisores que pediu um aumento dos objectivos já de si irrealistas de mails e outro anterior que mudou as regras do que era feito antes.

Estas comunicações pelo que aprendi no curso gera conflito e atrito e como o call center apenas se serve dos funcionários que estão vinculados a uma firma de trabalho temporário quem tem as responsabilidades jurídicas do contrato de trabalho é empresa de trabalho temporário que acaba por pagar as favas por o seu cliente ser um canalha.

Fiquei com vontade de sair como nunca e nem sei o que fazer e a depressão voltou e falta um mês para a minha consulta de neurologia, mas tenho que arranjar forma de a antecipar antes que seja tarde para a minha mente ou que caia em algum vício tóxico para a minha vida, tenho que pensar bem antes de voltar ao activo se passo antes a inactiva durante um tempo e respiro um pouco e mudo de ramo porque estes objectivos me estão a pressionar ao ponto de eu sair ao ponto quase sair da rede ....

 

O que faço?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:09

Dia Numero 36 do Suplício

por tron, em 27.04.20

Dia de folga e de algumas declarações estranhas na televisão por parte de alguns poderosos do sistema.

Na pensão onde eu e a minha faília sobrevivemos fizeram um rastreio aos refugiados que aqui estão e eu fiquei no meu canto, no meu burgo sem me meter com ninguém

Mas foi um dia que gostava que não tivesse acontecido porque foi um dia chato que mais valia que eu tivesse passado a dormir apesar de ter começado um projecto  novo em termos informáticos e ter avançado um tímido passo na minha tradução, gostava de ter passado o dia a dormir sem mexar uma palha.

Sim entrei de novo na depressão e não sei se dessa vez vou sair dela ou se vou entrar pelos caminhos errados e depois no trabalho com o fim de estado de emergência não me sabem dizer qual vai ser a situação pós-estado de emergência e eu não sei como fazer para comprar o passe.

A depressão está de novo a tomar conta de mim e faltando um mês para o meu neurologista me ver em mais uma consulta de rotina não sei se nesta mesma consulta de rotina vou pedir apoio em relação a saúde mental ou se peço antes porque já não estou a dar-me bem comigo mesmo e isto vai ser sempre a descer...

Apens espero não acabar no meio do inferno infernal de uma depressão sem qualquer ponto de saída....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Dia número 35 do Suplício

por tron, em 26.04.20

Mais um dia se passou neste calvário de confinamento e trabalho antes de uma folga  que talvez seja ocupada com algo de positivo, trabalhei feito um workaholic apesar dos erros dos software, mas que resolvi sem grandes pânicos.

Ao ver as notícias dei por mim a pensar se não tenho que pensar em mudar de emprego porque não estou a ver grande futuro no meu e isto e outro ponto de pressão e de stress no meu estado psicológico que tem mostrado flutuações ao longo destes dias mais recentes e o meu estado psicológico está tão falível que deixei alguns remédios da asma acabar, o que obriga ainda mais estar em quarentena.

Ao ver este passar de dias não sei o que pensar e nem sei qual o rumo que a minha vida vai levar e não estou optimista sobre o rumo que a minha vida poderá levar, muito pelo contrário, estou bastante pessimista e a ver um cenário bem negor e não vejo quaisquer prespectiva positiva de futuro tanto imediato como de médio prazo.

Vou tentar viver cada dia na sua vez e pensar seriamente em mudar de emprego antes que fique sem nada nas mãos porque aquilo que em breve me vai acontecer e pensar que vou ter que voltar aos cursos do IEFP, bem da maneiras como as coisas estão até não era uma má opção porque pelo menos dava para ter um convívio mais sadio e menos pressão em cima dos ombros.

 

Cada vez custam mais a passar os dias....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:54

Dia número 34 do Suplício

por tron, em 25.04.20

Mais um dia de trabalho e a tentar fazer omeletes sem ovos, ou seja, com o software de teletrabalho com falhas e com os obejctivos irrealistas a me chatearem a cabeça ao ponto de eu bater com porta.

Ainda hoje falei com a minha única pessoa com quem converso que é a minha mulher e ela diz que estamos presos de pés e mãos e mesmo que eu saísse do call-center e voltasse ao RSI por motivos óbvios que é falta de condições para trabalhar nem isso poderia fazer porque a assistente da Santa Casa vai de férias, ou seja, vou ter me aguentar a bronca a não ser que o meu neurologista veja que eu não estou a aguentar com a pancada.

Dou por mim com um acumular de funções no back-office que dou em maluco e não me pagam mais por isso e quando passo um olhar nos mails vejo muito erro nos mails que nem eu nos meus primórdios da disciplina do TIC antes chamada de ITI ou mesmo no curso de Técnico Administrativo dei e fico a pensar que 80% dos que lá estão a trabalhar são licenciados e fico a pensar se estudaram mesmo ou se têm algum QI ou então estão ali para a "bóia" (calão brasileiro para comer, refeição ou se aplicado no contexto laboral: ganhar para comer).

Eu também estou em parte para a bóia mas dou o meu melhor porque é assim que tem que ser e não pensar em festas nem sei que mais a não ser que ainda tenham amadurecido o suficiente para trabalhar a sério....e mesmo assim não vão chatear estes.

Depois é este empurrar com a barriga para as actividades voltarem ao normal que nunca se sabe quando voltam e comecei a pensar em mudar de actividade laboral antes que frite de vez a marmita porque não posso fritar porque sou a âncora da minha família....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Links

  •  
  • Casa - Mãe